+GRLS
Quer contribuir? Doe na nossa campanha do Benfeitoria

Quem somos

A MORE GRLS é uma startup de impacto social, fundada por duas líderes criativas, Laura Florence e Camila Moletta. Em sua jornada profissional, elas viveram as dificuldades de serem mulheres nesse mercado, mas hoje ocupam um lugar capaz de promover mudanças em alta escala. Agora elas querem usar sua influência para que outras mulheres possam ter uma história profissional mais justa, respeitosa e reconhecida.

Para isso, fazem a ponte entre os interesses e o talento dos grupos femininos minorizados e o topo da pirâmide das empresas de comunicação.

Querem conscientizar o mercado e provar que a inclusão de mulheres em todos os cargos criativos, mas principalmente na liderança, é um diferencial de negócios, gera resultados financeiros, melhora cultura corporativa e não é somente uma responsabilidade social.

Por que existimos?

A indústria da comunicação sempre contribuiu para uma cultura machista, criando estereótipos como a "mãe perfeita", a "garota sexy da cerveja" e “a mulher multitarefa”. Não à toa, 65% das mulheres não se identificam com a sua representação na publicidade, embora representem 85% do poder de compra*. Irônico, mas tem explicação: as mulheres ocupam uma ínfima parcela dos cargos que criam essas mensagens.

*Estudo “TodXs – uma análise da representatividade na publicidade brasileira”

0% de mulheres ocupam vagas criativas*
0% de mulheres ocupam cargos de liderança criativa**
0.0% dos cargos de liderança geral de agências são ocupados por mulheres negras**

Depois de poucos anos de vida, com o apoio de muitos colaboradores, nos tornamos a comunidade criativa feminina mais
significativa no Brasil e talvez no mundo. Fundamos um instituto, novos serviços, fizemos inúmeras palestras e eventos,
criamos um podcast. Acreditamos no diálogo, na conscientização, na sororidade e de que é possível acelerar as mudanças.

*Fonte: Meio e Mensagem 2018

**Fonte: Pesquisa MORE GRLS e Propmark 2019

Assuma o novo compromisso: como o mercado pode ajudar na aceleração?

Assuma o compromisso

Empresas de comunicação

30% de mulheres negras na criação + 50% de lideranças criativas femininas até o final de 2023

Clientes

Não incluir empresas de comunicação em suas concorrências que não tenham assumido o compromisso.